Atividade física na gravidez

Foto de Carolina Kasting (Reprodução/Instagram)

Que os exercícios físicos são benéficos para a saúde, já é de conhecimento de grande parte da população; porém para a gestante temos que levar em consideração várias vertentes para que esta seja considerada uma prática segura.

Como está sua gestação?

A primeira coisa a se perguntar e perguntar inclusive ao seu obstetra é se sua gravidez apresenta alguma condição de saúde especial. Só ele poderá lhe informar sobre essa condição e liberá-la ou não para a prática de exercícios.

Sintomas como sonolência, dificuldade de concentração, cansaço, mal-estar, indigestão e refluxo são comuns no primeiro trimestre da gestação, portanto, muitos médicos e as próprias grávidas preferem aguardar o primeiro trimestre para iniciar as atividades; para isso é importante o bom senso de cada um.

Liberada pelo médico para se exercitar, é importante saber escolher a atividade ideal para praticar.

Vamos dar uma olhada nas atividades físicas?

Atividades físicas ideais na gestação

As atividades físicas na água são as mais indicadas nesse momento. Elas reduzem bastaste o impacto, uma vez que evitam as forças gravitacionais e ajudam a diminuir os desconfortos físicos principalmente na lombar e nas articulações (muito comum nas gravidinhas). A hidroginástica e natação são ótimas opções nesse caso.

Para quem não gosta muito das atividades aquáticas, outras boas alternativas seriam: alongamento, ioga, pilates, RPG, caminhadas, corridas leves, bicicletas elétricas ou musculação leve.

Benefícios esperados com a atividade física na gravidez

Todas essas atividades podem ajudar a combater a flacidez, diminuir o stress, a ansiedade e melhorar a flexibilidade e a auto-estima. E também:

  • Ajudam na prevenção de dores na lombar, conforme a barriga cresce (já citado acima)
  • Proporcionam menor incidência de veias varicosas
  • Diminuem o risco de parto prematuro
  • Melhoram o humor

A atividade física na gestação pode ajudar em outros desconfortos como prisão de ventre, enjoos, inchaços e fadiga. E ainda irão colaborar para que o corpo volte a forma física de antes, fazendo você se sentir bem emocionalmente.

Podem inclusive ajudar na prevenção de doenças, como diabetes gestacional e a hipertensão arterial que pode levar a um quadro de pré-eclâmpsia. Na hora do parto, a gravidinha estará com a musculatura mais fortalecida e um maior preparo cardiovascular.

Temos um post bem curtinho aqui explicando alguns fatores de gravidez de risco. Nele, falamos mais um pouquinho de diabetes e pré-eclâmpsia.

Duração da atividade física na gravidez

A intensidade da atividade depende do seu preparo físico antes da gravidez. Se você já é ativa, poderá ser mais flexível. Porém, no geral, o ideal é sempre manter uma intensidade regular a moderada. A frequência diária pode ser de 30 minutos de 3 a 5 vezes por semana.

Dica importante

Independente da atividade que escolher, lembre-se sempre de alguns cuidados importantes ao praticar as atividades físicas na gravidez: use roupas frescas, evite altas temperaturas e beba bastante água para manter-se sempre hidratada.

Alimentar-se antes das atividades também é necessário.

Respeite sempre seus limites e lembre-se que: dores são sinais de que o corpo precisa de um descanso.

Chá de Bebê Online

Deixe um comentário